05/08/2019 às 14:27

Banco do Nordeste premia pousada, fábrica de uniformes e loja de móveis na Bahia

Uma pousada em Mucuri, uma loja de móveis em Bom Jesus da Lapa e uma indústria têxtil em Barreiras foram as vencedoras do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa, realizada na última quinta-feira (01), no auditório Mário Cravo na Casa do Comércio, em Salvador. A iniciativa tem como objetivo o reconhecimento à ação de empreendedores que se destacaram na Bahia, nos setores da indústria, comércio e serviços.

O evento contou com a participação dos presidentes da Fecomércio-BA, Carlos Andrade, e do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, entre outros gestores do Banco e de instituições parceiras, clientes e empresários.

"O Prêmio Banco do Nordeste da MPE segue o direcionamento de consolidar o BNB como referência no atendimento a micro e pequenas empresas em nossa região. É uma ação extremamente importante, pois foca no segmento que gera grande parte dos empregos contribuindo assim para o desenvolvimento econômico", afirmou o presidente do BNB, Romildo Rolim.

Na categoria Serviço, a empresa vencedora foi a pousada Tarumã, localizada em Mucuri, na Costa das Baleias. A ideia de abrir o estabelecimento ocorreu ao paulista Luiz Lauro em 1997 quando percebeu que a cidade não conseguia atender a demanda gerada pela instalação de uma grande fábrica de celulose nas proximidades. Ele então iniciou as atividades com a ajuda de três funcionários e hoje conta com a colaboração de 28. Ao longo dos anos, com o apoio de financiamentos do BNB, ampliou a propriedade de dez chalés e uma sede para mais 29 apartamentos, uma pizzaria e dois restaurantes.

"O próprio BNB incentiva a gente a desenvolver e construir coisas voltadas sempre para o turismo que tenha representatividade para esta região. O BNB é voltado para o empreendedor. Ele te ajuda, te pega na mão e leva você aonde quiser", reconhece Luiz.

Para Ricardo Scartazazani, sócio da empresa Tutto Bianco, de Barreiras, ganhadora na categoria Indústria, com os financiamentos foi possível crescer e ajudar a desenvolver a região. "Conseguimos um parceiro forte que veio fomentar o nosso crescimento. Com o BNB, a gente conseguiu desenvolver e construir a sede própria e começar a comprar maquinário com tecnologia mais avançada e gerar resultados melhores". Em 2012, a fábrica de uniformes produzia 22 mil peças por ano com 22 funcionários. Hoje consegue produzir 100 mil peças e tem mais de 50 colaboradores.

Capital de giro é o principal produto pelo qual as Lojas Dubelo procuram no Banco do Nordeste. O proprietário Wilker Christian conta que o BNB representa segurança financeira para as Lojas Dubelo. A primeira unidade foi aberta em 2002, com 22 metros quadrados. Hoje são três lojas, sendo que a matriz cresceu e possui 240 metros quadrados. Vencedora na categoria Comércio, a Dubelo atua no ramo de colchões, móveis e eletrodomésticos nas cidades de Bom Jesus da Lapa e Macaúbas.

A premiação visa contribuir para ampliar a cobertura do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e incentivar as empresas a buscar crescimento e desenvolvimento no campo de desempenho econômico-financeiro, qualidade da gestão e iniciativas de inovação.