26/09/2019 às 17:16 - Atualizado em 26/09/2019 às 17:18

Com presença do vice-governador e parlamentares, Fecomércio-BA lança Agenda Política e Legislativa do Comércio Baiano

Com a presença de líderes empresariais do comércio e autoridades políticas, a Fecomércio-BA lançou a Agenda Política e Legislativa do Comércio de Bens, Serviços e Turismo da Bahia, nesta quinta-feira, 26, na Casa do Comércio. Estiveram presentes o vice-governador do Estado, João Leão, representando o governador Rui Costa; o senador baiano Angelo Coronel , que discorreu sobre o Novo Código Comercial; a deputada estadual Maria Del Carmen (PT), representando o presidente da Alba, Nelson Leal; o presidente da CMS – Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior, e o presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo, deputado Eduardo Salles (PP).

O presidente em exercício da Fecomércio-BA, Kelsor Fernandes, abriu o evento: “O documento compila projetos de lei que impactam no comércio baiano, setor que representa mais de 73% do PIB e é maior gerador de empregos do estado. Apresentamos os nossos posicionamentos acerca de projetos que tramitam na Câmara dos Deputados, na Assembleia Estadual e na Câmara de Vereadores de Salvador”, explicou.

O vice-governador, João Leão, parabenizou a iniciativa da Federação. “A Fecomércio faz um trabalho excepcional ao proteger e fazer acontecer para o pequeno, médio e grande comerciante”.

O senador Angelo Coronel, afirmou que a Fecomércio mantém a tradição de apresentar, mais uma vez,  sua Agenda Legislativa. “Eu fico feliz de ver que é uma instituição ativa, que defende o comércio, serviços e turismo da Bahia, e lá no Senado estarei sempre de portas abertas para fazer e emendar projetos que possam fortalecer o comércio, áreas de serviço e o turismo na nossa querida Bahia”, declarou.

O presidente da CMS, Geraldo Júnior convidou os setores civil, empresarial e setorial a participarem de discussões na Casa. “Falo em função e nome dos vereadores da cidade de Salvador, nós temos outras discussões que estão na cidade e o que nós pedimos é que essa relação com a Fecomércio se torne cada vez mais próxima", pontuou.

O documento informa o posicionamento da Federação a respeito dos principais projetos de lei (PLs), nas três esferas do poder, que impactam direta e indiretamente no ambiente produtivo. São proposições legislativas relacionadas às áreas econômica, trabalhista, consumerista, tributária e de meio ambiente. Elaborada pela Assessoria de Relações Institucionais, a Agenda destaca projetos de lei a exemplo do PL 20233/2013 que concede incentivos fiscais (Sandro Regis / DEM) e do PL 22222/2017, do deputado Marcell Moraes (PV), que obriga o plantio de árvores pelos empreendimentos imobiliários. No âmbito federal, destaca-se a contrariedade aos projetos que tendem a acabar com o Sistema S, afetando diretamente o Sesc e o Senac.Com a presença de líderes empresariais do comércio e autoridades políticas, a Fecomércio-BA lançou a Agenda Política e Legislativa do Comércio de Bens, Serviços e Turismo da Bahia, nesta quinta-feira, 26, na Casa do Comércio. Estiveram presentes o vice-governador do Estado, João Leão, representando o governador Rui Costa; o senador baiano Angelo Coronel , que discorreu sobre o Novo Código Comercial; a deputada estadual Maria Del Carmen (PT), representando o presidente da Alba, Nelson Leal; o presidente da CMS – Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior, e o presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo, deputado Eduardo Salles (PP).

O presidente em exercício da Fecomércio-BA, Kelsor Fernandes, abriu o evento: “O documento compila projetos de lei que impactam no comércio baiano, setor que representa mais de 73% do PIB e é maior gerador de empregos do estado. Apresentamos os nossos posicionamentos acerca de projetos que tramitam na Câmara dos Deputados, na Assembleia Estadual e na Câmara de Vereadores de Salvador”, explicou.

O vice-governador, João Leão, parabenizou a iniciativa da Federação. “A Fecomércio faz um trabalho excepcional ao proteger e fazer acontecer para o pequeno, médio e grande comerciante”.

O senador Angelo Coronel, afirmou que a Fecomércio mantém a tradição de apresentar, mais uma vez,  sua Agenda Legislativa. “Eu fico feliz de ver que é uma instituição ativa, que defende o comércio, serviços e turismo da Bahia, e lá no Senado estarei sempre de portas abertas para fazer e emendar projetos que possam fortalecer o comércio, áreas de serviço e o turismo na nossa querida Bahia”, declarou.

O presidente da CMS, Geraldo Júnior convidou os setores civil, empresarial e setorial a participarem de discussões na Casa. “Falo em função e nome dos vereadores da cidade de Salvador, nós temos outras discussões que estão na cidade e o que nós pedimos é que essa relação com a Fecomércio se torne cada vez mais próxima", pontuou.

O documento informa o posicionamento da Federação a respeito dos principais projetos de lei (PLs), nas três esferas do poder, que impactam direta e indiretamente no ambiente produtivo. São proposições legislativas relacionadas às áreas econômica, trabalhista, consumerista, tributária e de meio ambiente. Elaborada pela Assessoria de Relações Institucionais, a Agenda destaca projetos de lei a exemplo do PL 20233/2013 que concede incentivos fiscais (Sandro Regis / DEM) e do PL 22222/2017, do deputado Marcell Moraes (PV), que obriga o plantio de árvores pelos empreendimentos imobiliários. No âmbito federal, destaca-se a contrariedade aos projetos que tendem a acabar com o Sistema S, afetando diretamente o Sesc e o Senac.