28/11/2019 às 12:23

Dirigentes do Sistema Fecomércio-BA e familiares prestigiam homenagem ao centenário de Deraldo Motta

A passagem do centenário de Deraldo Motta foi marcada por muita emoção. Familiares, diretores da Fecomércio-BA e antigos funcionários que fizeram parte da trajetória do ex-presidente do Sistema Fecomércio-BA, prestigiaram a abertura da exposição fotográfica, que aconteceu, na quarta-feira (27/11), no foyer do Teatro Sesc Casa do Comércio e, em seguida, foram recebidos em um coquetel de lançamento do livro “A história construída por Deraldo Motta”, no Espaço Mário Cravo, na Casa do Comércio.  Entre os membros da família do visionário líder empresarial, estavam o presidente do Sindilojas, Paulo Motta, que é um dos seus filhos, além de irmãos, netos e sobrinhos.

O livro, A história construída por Deraldo Motta”, contém depoimentos de personalidades baianas que conviveram com o homenageado, além de familiares.

“Prestar essa homenagem é um dever de gratidão àqueles que edificaram, ou, oferecem com seu trabalho e dedicação, obras e serviços em prol da sociedade. O Sistema Fecomércio Bahia, como forma de reconhecimento, confere este justo e merecido tributo a Deraldo Motta, na passagem do seu centésimo aniversário, lembrando a brilhante atuação como Presidente desta Instituição”, declarou o presidente do Sistema Fecomércio-BA, Carlos de Souza Andrade, durante o seu discurso de abertura do evento.

O presidente ainda relembrou e compartilhou momentos históricos à época de Deraldo Motta. Ao final do discurso, Carlos de Souza Andrade agradeceu especialmente à família de Motta pelo apoio. “Fazemos um agradecimento ao nosso eficiente e dedicado diretor secretário, Arthur Sampaio, e comissão organizadora, à presença dos companheiros de diretoria, presidentes de sindicatos, funcionários do Sistema e todos convidados que abrilhantam este evento”, completou.

SOBRE DERALDO MOTTA

Considerado um líder empresarial visionário, Deraldo Motta presidiu o Sistema Fecomércio-BA durante 31 anos (1956/1987), período no qual inaugurou o complexo Sesc Senac Pelourinho, um dos equipamentos que revitalizaram aquela região nos anos 70, além de idealizar o edifício Casa do Comércio, obra vanguardista na Avenida Tancredo Neves e que leva o seu nome.

Deraldo Motta tem origem interiorana. Chegou a Salvador nos anos 40 e estabeleceu-se na Baixa dos Sapateiros, com o Armarinho Santo Antonio. Do armarinho, foi criada a primeira de uma rede de lojas chamada O Cruzeiro. Em 1962, revolucionou as transmissões do rádio com a inauguração da Rádio Cruzeiro da Bahia. Junto com as atividades empresariais, ocupou durante 31 anos (1956-1987) a presidência da Fecomércio-BA - período bastante dinâmico para a Federação.

É notável como a sua verve política foi canalizada para a dedicação incansável às atividades sindicais e ao Sistema S. Os investimentos priorizados ao longo da gestão Deraldo Motta revelam o tamanho do realizador que ele foi.