06/02/2019 às 15:30 - Atualizado em 07/02/2019 às 16:04

Espetáculos de circo, dança, shows e bailes de carnaval agitam teatros do Sesc em Salvador

Em fevereiro, o público soteropolitano poderá apreciar uma programação diversificada que precede a folia de Momo no Teatro Sesc Casa do Comércio e no Teatro Sesc-Senac Pelourinho, voltada para adultos e crianças, que contempla espetáculos circenses, dança tribal, bailes de carnaval,  shows musicais e oficina.

Para quem faz a opção pelo Centro Histórico e tem paixão por arte circense, pode conferir dois espetáculos da Companhia de Palhaço Orgânico, criada pelo palhaço Alexandre Casali: “Cardápio - um espetáculo à la carte”, com apresentações nos dias 8, 15 e 22 (sextas), às 20h, e “Eu, Eu mesmo e Biancorino”, dias 2, 9 e 16 (sábados), às 19h. Dose dupla e diversão garantida no Teatro Sesc Pelourinho. A Companhia Via Palco apresenta o espetáculo “Circocicleta”, com cinco palhaços em suas bicicletas personalizadas contando situações engraçadas do trânsito no cotidiano da cidade. Dia 23 (sábado), às 17h.

Ainda no Teatro Sesc-Senac Pelourinho, os bailes de carnaval tomam conta da arena. O músico Ricardo Marques apresenta LIGAÇÃO 70_ Guitarra Baiana - Festa Brasileira, um show dançante com os sucessos carnavalescos da trajetória do trio elétrico. As apresentações fazem parte do projeto do Sesc “Sons da Bahia”, e acontecem sempre as quintas, nos dias 7, 14, e 21 de fevereiro, às 20h. Para os pequenos, a folia será no dia 16/02, às 17h, com o Baile de Carnaval do grupo Canela Fina, que traz um repertório recheado de ritmos que passeiam pelo Brasil, além de canções autorais e tradicionais, em um show voltado para toda a família. Antes do  show, às 15h30, o grupo ministrará uma oficina gratuita de Musicalização para Bebês, que tem o objetivo de trabalhar a socialização, cognição, percepção física e sensorial nas crianças.

A banda Afrocidade se apresenta no dia 15/02, às 21h, com um repertório que mistura letras politizadas, com ritmos populares como o arrocha e o pagode, além da música afro, dub jamaicano, reggae, ragga e afrobeat.  A essência das ruas, dos guetos e terreiros para cantar as lutas e resistências do povo negro. Já no dia 22/02, Sérgio Akueran lança seu primeiro álbum autoral no qual apresenta um repertório embebido de brasilidade, tradição e contemporaneidade mesclado. No show, às 20h30, o músico compartilha com o público suas inquietações,  desejos e descobertas, mesclados com importantes influências poéticas e musicais.

Para os amantes da dança, o espetáculo Dramofone leva a uma imersão em universos exóticos e híbridos através da dança e música étnica contemporânea. A apresentação, que tem a direção da dançarina e pesquisadora Joline Andrade, dia 23/02, às 19h30. As três apresentações acontecem no palco italiano do Teatro Sesc Pelourinho.

Quando o assunto é música, o Teatro Sesc Casa do Comércio também entra no clima de Carnaval. Os irmãos Macedo seguem em cartaz com a temporada de verão nos dias 8, 15 e 22 de fevereiro, às 20h30. O show intitulado “Os Irmãos Macedo – Carnaval, Música e Revolução” é apresentado por Armandinho, Betinho, Aroldo e André Macedo, filhos de Osmar Macedo – criador da guitarra elétrica e do Trio Elétrico, que contam a história musical da sua época. Outra opção para o público é o show “Minha música tem história”, centrado na voz e no violão de Flavia Wenceslau. Em um formato intimista, traz canções e histórias de vida e de carreira da artista. De forma bem-humorada e espontânea, Flávia conta como se inspirou a compor alguns dos sucessos, interpretados por diversos cantores brasileiros. Dia 16, às 20h e 17/02, às 19h.

 

Mais informações: sescbahia.com.br

Veja também

A entrega do troféu acontece na solenidade, que será realizada no dia 24 de abril, às 19h30, no auditório da FIEB, no bairro do Stiep, em Salvador.
A Mostra Sesc de Artes – Aldeia Pelourinho chega ao seu 14º ano, e afirma-se como uma das mais significativas ações artístico-culturais realizadas no Centro Histórico de Salvador.