25/10/2019 às 11:44 - Atualizado em 25/10/2019 às 12:19

Feira e rodada de negócios reúne empreendedoras em Salvador

Projeto Sebrae DELAS e a Câmara da Mulher Empresária realizaram evento com 26 empresárias expondo seus produtos e serviços

Com a presença de expositoras, compradoras e vendedoras de diversos segmentos, o projeto Sebrae DELAS e a Câmara da Mulher Empresária (CME) da Fecomércio-BA realizaram, na última quinta-feira, 24 de outubro, a Feira e Rodada de Negócio voltadas ao empreendedorismo feminino. O evento ocorreu no Espaço Mário Cravo.

Para abrir o evento, o consultor do Sebrae Roberto Vianna palestrou sobre “Como melhorar a divulgação e as vendas do seu negócio”, que mostrou os principais pontos a serem observados no bom atendimento ao cliente e diferencial do negócio.

De acordo com a gestora do Sebrae DELAS, Carla Martins, o principal objetivo do evento foi favorecer a interação entre as empreendedoras. “Este evento não teve a expectativa de alavancar negócios entre comprador e fornecedor, mas fazer o networking para cada uma se conhecer e divulgar suas marcas”, afirma, informando que, nesta primeira edição, 26 mulheres estavam expondo seus produtos e serviços.

Para Rosemma Maluf, coordenadora da Câmara da Mulher Empresária, o evento tem grande importância para fomentar os três pilares da entidade: fomento ao associativismo empresarial entre mulheres, levar conhecimento e fortalecer os negócios.

“Esta feira é a forma que temos de reverberar nos resultados dos negócios dessas empresárias, que querem divulgar suas empresas, gerar lucros. E, com essa parceria com o Sebrae, temos conseguido avançar nesse propósito, atingindo os nossos objetivos”, afirmou, lembrando que as entidades estão programando outras rodadas de negócios para 2020.

Participaram do evento como expositoras empresárias dos segmentos de moda, acessórios e vestuário, beleza, cosmético e estética, artesanato, arte e decoração e alimentos e bebidas entre outros. Uma delas é Cássia Dias Costa que, há dois anos, atua no fornecimento de artigos desenvolvidos com materiais de papelaria. Ela conta que a oportunidade teve como principal vantagem a divulgação da marca, dos produtos e também conhecer outras empreendedoras.

“É importante participar porque o networking é fundamental e também fazer a nossa marca ser conhecida. Esse contato pessoal é importante, porque, às vezes, as pessoas só conhecem a gente pela internet e elas veem quem produz”, conta a empresária, que tem uma loja física e também comercializa seus produtos pelas redes sociais.

As informações sobre as ações do projeto Sebrae DELAS em parceria com a Câmara da Mulher Empresária podem ser obtidas pela Central de Relacionamento Sebrae, pelo telefone 0800 570 0800.