24/07/2020 às 16:39

Rede Mulher Solidária entrega cestas básicas doadas pelo governo alemão

Doação viabilizada pela atriz alemã Sibel Kekilli vai ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade social

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) iniciou, nesta sexta-feira (24), na sede do Corpo de Bombeiros, em Amaralina, a entrega de 1.700 cestas básicas doadas pelo Instituto Goethe por meio da Rede UNIDAS – Rede de Mulheres entre América Latina, Caribe e Alemanha, em apoio à campanha da Rede Mulher Solidária. Coordenada pela SPM-BA, a Rede é formada pela Câmara da Mulher Empresária da Fecomércio-BA,  Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Defensoria Pública (DP-BA), Ministério Pùblico (MP-BA), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-Ba) e  Federação das Indústrias da Bahia (FIEB) 

As cestas básicas estão sendo distribuídas entre associações que atendem mulheres em vulnerabilidade social. As entregas são em horários previamente marcados para evitar aglomeração.O comitê gestor da Rede Mulher elaborou um cadastro para preenchimento da organização social civil a ser beneficiada, com informações detalhadas sobre o perfil do público atendido e projetos desenvolvidos pelas entidades.

As mulheres beneficiadas respondem, também, a um formulário com perguntas sobre escolaridade, situação civil, número de filhos, renda mensal, além de questões acerca da violência doméstica e familiar. O formulário foi elaborado em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), que está apoiando à Rede, junto com o Corpo de Bombeiros, a Procuradoria Geral do Estado (PGE),  o Teatro Castro Alves (TCA) e Shopping Barra.

“Nós perguntamos, por exemplo, se a mulher já sofreu algum tipo de violência doméstica e se buscou a rede de enfrentamento. O documento vai nos proporcionar um banco de dados de mulheres chefas de família monoparentais, em situação de vulnerabilidade, que poderá embasar futuras ações com esse público.”, disse a secretária da SPM-BA, Julieta Palmeira que esteve na entrega das primeiras cestas, acompanhada da Cônsul da Alemanha na Bahia, Petra Schaeber, e da representante do UNFPA, Michelle Dantas.

Os recursos para a aquisição das cestas foram viabilizados pelo governo alemão por meio da atriz Sibel Kekilli, membro-fundadora da UNIDAS, fruto de uma ação conjunta do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e o Goethe-Institut. Conhecida do público brasileiro pela atuação na série Games of Thrones, Sibel Kekilli esteve em Salvador, entre janeiro e março deste ano, como residente no Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut, com o objetivo de mobilizar ações para efetivar, na capital baiana, as intenções da UNIDAS.

A Consul da Alemanha lembrou que a visita do ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas, a Salvador, no ano passado, foi decisiva para o apoio. "Ele ficou impressionado com a forças da mulheres e com a cultura local. Foi uma visita breve, mas impressionou de tal ponto que a gente conseguiu junto com o Goethe-Institut esse apoio para as mulheres que mais necessitam nesse momento que são as mulheres em vulnerabilidade e as mulheres da cultura”, afirmou Petra.

Primeiras beneficiadas

As três primeiras associações beneficiadas foram o Movimento das Sete Mulheres, a Associação Aspiral do Reggae e a Associação Civil e Beneficiente Boiadeiro, do Terreiro Ilê Axé Omin J’Oba. “Nesse momento difícil que estamos vivendo, ser solidário é de extrema importância. Eu como uma mulher da cultura, do reggae, uma música revolucionária, deixo aqui meu agradecimento sincero”, disse Jussara Santana, integrante da Associação Aspiral do Reggae, que recebeu 25 cestas.

Cada cesta é composta dos itens: 5kg de feijão, 5kg de açúcar, 5kg de arroz, 3 latas de óleo, 5 kg de farinha de mandioca, 5 pacotes de flocos de milho de 500g, 5 pacotes de leite em pó de 200g, 5 pacotes de macarrão espaguete de 500g. As cestas são entregues com um folder, produzido pelo UNFPA, com informações sobre como buscar ajudar em caso de violência doméstica durante a pandemia, além de dicas de prevenção ao coronavírus. “Nesse momento, essas cestas vêm ajudar muitas mulheres monoparentais que tem a tarefa se segurar a onda de sua família”, disse Neide Damasceno do Movimento das Sete Mulheres.